Home Artigos Entendes tu o que lês?

Entendes tu o que lês?

47
Leonece Barros

“Como poderei entender, se alguém não me ensinar?”

Ambas as perguntas – inclusive a última, que surgiu como resposta ao questionamento primário – constam de um contexto Bíblico em Atos 8:30-31. O Apóstolo Felipe é demandado por um Anjo do Senhor ir para o lado Sul do caminho que descia de Jerusalém para Gaza, onde um etíope importante, em sua carruagem, lia o profeta Isaías 53:7, que diz: “Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca”.

A missão de Felipe nesse encontro divinamente controlado, era esclarecer aquele homem que lia e não entendia que o profeta Isaías, cerca de 700 anos antes, falava sobre Jesus Cristo, que seria morto na cruz por nossos pecados. O Etíope recebeu esclarecimentos sobre o texto bíblico e a respeito do Salvador. Creu, aceitou o Messias, e em nome dele foi batizado.

Debatia com um amigo que escreveu o seguinte: “Jesus nos pede para evitarmos de estar de pé esperando sua vinda.”

Ele não entendeu o texto em Lucas 21: 34-36 que diz: Devemos estar vigilantes “34. Olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia. 35. Por que virá como um laço sobre todos os que habitam na face de toda a terra. 36. Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do filho do homem”

Ele não entendeu que o versículo 36 sugere que devemos orar para que sejamos dignos de evitar todos aqueles adventos prescritos, e tenhamos dignidade de estarmos de pé diante do filho do homem. Esforcei-me para esclarecê-lo. Não logrei êxito! Afinal, eu não sou Felipe nem ele é um etíope.

Além de não aceitar meus argumentos ele exclamou: “Leonece, a letra mata. Você está morto, porque se apega à letra”. Não crendo que ele cria assim, causei ruptura quando perguntei: “Se você considera assim, por que então se presta a escrever letras contra dizentes. Sois um matador?!” Estou bloqueado no WhatsApp dele!

É fundamental estudarmos a Palavra de Deus com acuidade. A cada momento de leitura, solicitemos ao Espírito Santo nos dar entendimento. Não é a letra, por leitura, que mata, apesar de maus escritos serem maléficos. Paulo falava da Lei Mosaica, quando disse que a letra mata.

Na segunda carta aos Coríntios Paulo escreve: … “A lei escrita mata, mas o Espírito de Deus dá a vida. 7. Quando a lei, que traz a morte, foi gravada em placas de pedra, a glória de Deus apareceu, e o rosto de Moisés ficou brilhando. O brilho do seu rosto já estava desaparecendo quando ele entregou as placas ao povo de Israel; mesmo assim esse brilho era tão forte, que os israelitas não podiam fixar os olhos em Moisés. Se o domínio da lei veio com tanta glória, 8. Quanto maior ainda é a glória que acompanha o domínio do Espírito de Deus”.(2 Cor. 3:6-8)

Leiamos sempre a Bíblia Sagrada e busquemos auxílio do Espírito Santo em clarear nossa visão, dando-nos o correto entendimento do que nos ensina a Palavra de Deus. FIQUEM SEGUROS!

Leonece Barros é Teólogo Batista, Jornalista/Radialista, Bacharel em Direito, Especialista em Segurança Pública; Funcionário Público Estadual aposentado PC/ES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here