Home Especial Seu casamento precisa ser restaurado?

Seu casamento precisa ser restaurado?

99
casamento restaurado
Foto: Reprodução

Desenvolver paciência, perdão, compaixão e amor são alguns dos ingredientes fundamentais para restaurar um casamento. Veja entrevista com o pastor Paulo Lima, idealizador do “Restauração de casais”

Já percebeu a sua volta quantos casamentos foram e tem sido destruídos? E quantos divórcios vem acontecendo no Brasil? É assustador! Instituído por Deus, o relacionamento conjugal sadio e feliz precisa passar por uns caminhos, as vezes dolorosos, mas dá certo.

Em dezembro acontece mais uma edição do “Restauração de casais”. Idealizado pelo pastor Paulo Lima, que há 27 anos trabalha com aconselhamento de casais, evento tem o objetivo de ajudar os mesmos a resolverem seus problemas e terem um casamento feliz, com porpósitos. É possível restaurar casais: “então, não abra mão da sua família, do seu casamento”.

O Conexão Divina conversou com o pastor, que explicou melhor sobre como é possível transformar casamentos “destruídos” em duradouros e felizes. Confira!

Quais os principais problemas hoje em um relacionamento conjugal?

A somatização de uma vida nas esferas infantil, adolescente e adulto (a) solteira e as experiências negativas que nunca antes foram compartilhadas devido ao medo à repressão dos pais e ou sociedade e ou religiosa. Crianças que foram abusadas, adolescentes que foram ofendidos na alma e adultos que foram rejeitados, serão potencializados a transbordar tudo no casamento pois o mesmo é o final de linha de desejos a serem realizados pelo adulto, porém adultos feridos e com grande demanda de problemas no corpo, na alma e na mente.

A pandemia fez crescer o número de divórcios no Brasil e além disso, muitos casais relataram crises no casamento. O que os casais devem fazer ao passar por um situação dessa, a ponto de separar? Quais dicas?

Quando o adulto amadurece para entender que quando ele muda tudo muda, este adulto procura ajuda com conselheiros vocacionados e experimentados para realinhar a vida e a ajudá-lo a enfrentar os problemas escondidos nos porões da alma, colocando luz aonde outrora era ausência de luz, dor, acusações. Faça como diz Tiago 5:13-16. Procure os locais vocacionados para este tratamento e de preferência neutro aonde você realmente possa se abrir.

Relacionamento conjugal é um dos laboratórios mais específicos da vida, onde a pessoa precisa desenvolver certas características em prol do outro, que são difíceis. Está faltando verdade e diálogo entre os dois? Qual caminho para a cura? Ainda há esperança para a restauração?

Paulo Lima_1
Pastor Paulo Lima trabalha com aconselhamento de casais há 27 anos. Foto: Arquivo pessoal

Os pilares de um casamento feliz e duradouro é : Provisão e diálogo e vida de intimidade respeitosa e saudável. Em grande maioria as pessoas casam para aprenderem a serem casadas pois o casamento é a única “escola” que você se “matricula” para ser aluno e professor ao mesmo tempo. Invista no mínimo em seminários e congressos junto ao seu cônjuge não só quando tudo estiver dando errado mas uma manutenção prévia e tenha mentores e conselheiros e amigos de oração.

As vezes há uma queixa de que só um quer reconstruir a relação e o outro não, então fica difícil esse trabalho de restauração. Qual sua visão sobre isso e quais conselhos também?

Em todos os 27 anos que temos aconselhando : famílias e igrejas e pastores e empresários e líderes e noivos. Percebemos que a cura vem sempre pela perseverança de alguém, nem sempre os dois estarão disponíveis a vislumbrar a restauração, mas apenas um dos envolvidos na relação. Portanto não espere pelo outro faça sua parte.
A Bíblia diz um ao outro ajudou e ao outro disse esforça-te. Lembre-se a Salvação dos homens começou por um chamado Jesus. Seja uma cópia de Jesus no seu matrimônio.

No auge da dor, um dos dois pode estar vivendo uma situação bem, difícil a ponto de separar, como desenvolver o sentimento de bondade nesse aspecto para que o casamento não seja destruído?

Seja verdadeiro com seu cônjuge e procure entender a criança que foi, a ausência de paternidade ou maternidade, quantos abusos sofreu, ou quanto foi rejeitado pelos seus familiares ou se morou num orfanato ou se morou com os avós porque os pais o abandonou. Qual era os ensinos espirituais do seu cônjuge, procure perceber tudo isso no seu cônjuge e ofereça abrigo e acolhimento e mostre-se interessado em construir ou reconstruir e conecte-se ao conselheiros maduros experimentado para mentoriar vocês.

O Senhor idealizou o evento “Restauração de casais”, que será realizado, em dezembro em Guarapai (ES). Como e porque resolveu implantar esse projeto? Como surgiu esse propósito no seu coração?

Este projeto já acontece todos os meses na região de Guarapari ES. E o propósito maior é oferecer abrigo aos casais, pois quando passávamos por uma tormenta uma tempestade na alma, no casamento, nas finanças, na vida espiritual, na vida sexual, na criação dos filhos em 1999, a ponto de adquirirmos uma síndrome de pânico e com isso, desemprego e estágio de loucura, pois o sentimento de morte era constante. Todavia não conseguimos um local pontual que oferecesse ao mesmo tempo um conjunto de informações e tratamento para agregar valores e nos tirar daquele poço em todas as áreas que necessitávamos de muita ajuda. Conseguimos vencer porém fomos viajar pelo Brasil em busca de ajuda em cada sofrimento que tínhamos e com isso gastamos tudo que tínhamos e tempo e além disso deixar os filhos com os avós, pois nossa cura total levou dez anos.

Serviço

Data: 09 a 12 de dezembro
Local: Guarapari (ES)
Informações: (021) 98844-5681 ou pelo instagram

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here