Home Especial Saúde mental: cuide-se antes para não adoecer

Saúde mental: cuide-se antes para não adoecer

171
saúde-mental
Foto: Reprodução

No Dia Mundial da Saúde Mental, é importante fazer um balanço honesto de seu bem-estar emocional e como melhorá-lo

“Saúde é o estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente a ausência de doença”, preconiza a Organização Mundial da Saúde. O Dia Mundial da Saúde Mental, que ocorre neste domingo, 10, marca a importância de ter um olhar atento e sem estigmas para o assunto.

O assunto é preocupante, já que segundo a OMS, uma entre quatro pessoas será afetada por problemas de saúde mental ao longo da vida. Um problema que tem se agravado com a pandemia.

Com a retomada as atividades presenciais após longos períodos de isolamento, algumas pessoas têm manifestado o que se conhece como ansiedade social. O medo da contaminação e a perda da habilidade de convívio são aspectos que podem explicar, neste momento, essa questão de saúde mental.

“A apreensão, o desconforto, aquela sensação de evitação, é muito comum para quem está retornando. É preocupante quando essa ansiedade passa a ser muito intensa, a ponto de gerar reações físicas muito desagradáveis, muito intensas, que não passam a partir do primeiro contato”, explica Flávia Dalpicolo, professora do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP).

6 passos para melhorar sua saúde mental

Comece um regime de bem-estar diário

Cuidar de si mesmo emocionalmente começa logo no início do dia – de preferência antes de seus pés tocarem o chão. Em vez de verificar as redes sociais ou começar a trabalhar, respire fundo algumas vezes e considere três coisas pelas quais você é grato. Podem ser grandiosos, como seu companheiro, trabalho ou saúde, ou modestos, como o clima, a vista da janela ou mesmo o luxo daqueles primeiros respiros.

Lembre-se de que muitas das coisas que melhoram a saúde física também contribuem para o bem-estar emocional. Avalie o que você coloca em seu corpo e em sua mente: comida, bebida, drogas, um fluxo constante de programação de vídeo e assim por diante. Pensar em como você pode controlar sua ingestão para tornar seu corpo mais saudável, sem dúvida, trará benefícios para a saúde mental também.

Saia de sua própria mente diariamente

Quando estamos ansiosos ou deprimidos, nossos sintomas tendem a ocupar nossas mentes. Examinamos a gravidade ou novas dificuldades mentais e, quanto mais buscamos, mais tendemos a descobrir.

Ajudar outras pessoas também nos dá uma sensação de satisfação, realização e contribuição – bom para a saúde mental. Seja voluntário em uma cozinha comunitária ou na escola de seu filho.

Remova o desnecessário

Não há dúvida de que estamos muito ocupados e reservamos pouco tempo para relaxar e fazer praticamente nada. O dia de hoje apresenta uma oportunidade maravilhosa de considerar o que podemos tirar de nossa vida diária que pode aumentar a paz de espírito e apoiar o bem-estar emocional.

Este é um dia para remover o orgulho equivocado da palavra “ocupado” e focar não em tudo o que podemos fazer, mas no que realmente precisa ser feito – e no que não precisa. Na verdade, a pandemia apresentou uma oportunidade única para isso. Muitas pessoas descobriram, em seus novos mundos de trabalho em casa, que nos últimos anos, muito do seu tempo foi gasto em atividades desnecessárias, desde trabalhos ocupados até navegação em redes sociais.

Avalie seus relacionamentos

Avalie como cada um de seus relacionamentos está funcionando para você. Você está dando mais do que recebe de um irmão ou amigo? Você se sente esperançoso e reabastecido depois de um encontro para um café com um conhecido? Muitos de nós gastamos muito tempo e energia em relacionamentos que são tóxicos ou unilaterais, e que podem incluir conexões de redes sociais.

Desacelerar para se conectar mais profundamente e compartilhar sua vida e história com sua família ou amigos próximos é uma das maneiras mais importantes de fortalecer seu bem-estar mental.

Conecte-se com as pessoas mais próximas

O Dia Mundial da Saúde Mental pode ser uma desculpa bem-vinda para reiniciar e melhorar o autocuidado. Mas também apresenta uma oportunidade de verificar a saúde mental das pessoas ao seu redor: sua família, amigos, vizinhos e qualquer outra pessoa próxima. Algumas pessoas de quem você sente que está muito próximo podem estar sofrendo, mas são adeptas a esconder esses sentimentos.

Fale com todas as pessoas que você ama e apenas pergunte como elas estão e se sentem. Para alguns, isso pode levá-los a avaliar seu próprio bem-estar mental, sabendo que há alguém em sua vida que se importa o suficiente para perguntar.

Esteja disposto a mudar e aprender

Muitas pessoas têm afirmado obstinadamente que sabem o que é melhor para eles e, com muita frequência, continuam com os maus hábitos, mesmo quando buscam ajuda.

Tire uma hora por semana de foco e autocuidado, seja por meio de terapia ou outras práticas. Você aprenderá muito sobre como sua mente funciona e como remover obstáculos ao bem-estar aos quais você se apega há anos.

Ao fazer isso, você não está apenas zelando pelo seu próprio bem-estar emocional, mas também normalizando as dificuldades mentais para que os outros fiquem mais inclinados a fazer o mesmo. Não consigo pensar em uma maneira mais impactante de contribuir para o bem-estar coletivo do nosso mundo em um dia dedicado à saúde mental.

*Com informações de Agência Brasil e CNN

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here